O CHORO E O RISO



Chove de novo,
O céu está triste
Cheia de lágrimas,
A nuvem insiste

Chora pelas almas
Guerras
Morte
Corrupção

Lava as vidas que restaram
Instiga a razão
Tenta pela eternidade
Fazer brotar a semente da emoção

Quem sabe amanhã,
Nascerá um novo dia,
Sol, calor e vontade
A esperança renasce
Dos filhos da humanidade

Chaiene Barboza Santos

Comentários