A CRISE ECONÔMICA

A Comunidade Européia em junho viverá momentos decisivos na crise que afeta o mundo inteiro e que começou com a crise de 2008 nos EUA: Eleições na Grécia e reunião dos países da Europa. Enquanto isso, o Brasil vai aumentando a oferta de crédito e desoneração dos impostos para tentar um up-grade no crescimento. Difícil crescer em períodos de crise. Entretanto, é nessa fase que os problemas aumentam... e a busca por soluções torna-se inadiável. Tempo para repensar no financiamento das campanhas políticas e nos lobbies empresariais que alimentam a corrupção política e sugam os cofres públicos.
Solução: diminuir o custo-Brasil. Criar leis que punam os envolvidos em corrupção evitando as famosas CPIs. Melhorar as estradas e o transporte. Investir em educação para favorecer o crescimento calçado em mão-de-obra eficiente. Educar não é investir e sim uma chance de melhorar o país. Com educação não se votará em políticos corruptos. O país estará preparado para crescer e não "pré-parado" com as crises
EUA, Canadá, Alemanha e Inglaterra não virão à Rio +20. O Brasil terá de liderar a defesa e a preservação do meio-ambiente. Os países ex-ri.cos e ex-desenvolvidos não estão pensando no futuro. O Brasil e os países envolvidos com a ecologia ...vão ter muito trabalho para educar e fazer a inclusão dos países "desenvolvidos" nas metas de preservação ambiental. Querem manter a cultura do "Sonho Americano", custe o que custar. Pena que os agro-pecuaristas defensores da natureza não tenham preparado o lobby que os ruralistas coseguiram no Congresso Nacional. Agora nossa presidente tem que fazer retalhos de vetos no Código Florestal. E tem gente que não acha importante votar. Se nós não votarmos bem no presente restará educar nossos filhos para fazerem o serviço por nós no futuro!

Comentários